Dê este presente para São Paulo, diga adeus às sacolas plásticas!

Dia 25 de janeiro a Cidade de São Paulo comemorará o seu aniversário de 458 anos, você já escolheu o seu presente para a “Terra da Garoa”? Vai aí uma sugestão:
A Câmara Municipal de São Paulo aprovou em 2011 a lei que proíbe a distribuição e venda de sacolas plásticas para acondicionamento e transporte de mercadorias adquiridas em estabelecimentos da capital.
A lei entrou em vigor em 1º de janeiro de 2012, mas esta suspensa por decisão da Justiça que atendeu recurso do sindicato da indústria do plástico que ameaça demitir seis mil pessoas. Esta indústria fatura R$ 1,1 bilhão.
Embora a lei esteja suspensa, a cidade de São Paulo quer banir as sacolinhas, assim como já acontece em Jundiaí e em Belo Horizonte, essa idéia só dará certo se a população abraçar a causa.
A solução para os consumidores será o uso das sacolas retornáveis, os antigos carrinhos de feira, caixas de papelão que o próprio mercado doa e a compra de sacolas biodegradáveis – feitas com amido de milho. Estas sacolas são vendidas a R$ 0,19.
Para atrair a população será lançada uma campanha com propaganda na TV, e intervenção nas ruas, com sacolas retornáveis gigantes. A Avenida Paulista será um dos pontos importantes da cidade que vão receber a campanha.
As sacolas plásticas demoram mais de cem anos para se decompor, entopem bueiros, provocam enchentes, poluem mananciais e intoxicam animais que se alimentam deste material.
Oficialmente, a campanha começará no dia 25 de janeiro e se espalhará por outras cidades do interior do Estado. Será o grande presente de aniversário que a cidade de São Paulo receberá.

Abrace esta causa!

Fonte:

Comentários

  1. Não acho que as sacolinhas biodegrádaveis devam ser distribuidas gratuitamente, afinal elas são a ultima alternativa antes das sacolas reutilizáveis, caixas de papelão e carrinhos, nós nos conhecemos bem, brasileiro é assim, se for distribuido gratuitamente, ninguém vai se esforçar para utilizar outros meios e ai o uso das sacolinhas biodegradaveis será banalizado fugindo do propósito original da campanha. Os paulistanos precisam se acostumar com isso, o acordo com os supermercados esta sofrendo alteraçãoes para adequação com os consumidores, precisamos ter paciência e ser mais conscientes.

    ResponderExcluir
  2. Seu comentário foi perfeito,concordo que não se deve distribuir sacolas,mesmo sendo biodegradáveis as pessoas estão mal acostumadas,o que custa andar com uma sacola reutilizável na bolsa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente muitas pessoas não tem essa consciência!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carajás e Tapajós...Vale a pena?

SP2040 - A Cidade que Queremos

Que tal o Voto Distrital?