A BRUXA ESTA SOLTA NOS MINISTÉRIOS

O Halloween traz à lembrança a morte de homens e mulheres que foram queimados vivos nos tempos da Inquisição acusados de serem ‘bruxos’ ou ‘bruxas’. Neste primeiro ano do governo da Presidente Dilma Rousseff já vimos seis “bruxos” ministeriais serem “mortos”.
É Bruxa Dilma.... a coisa ta feia hein!!!
Antonio Palocci – Ministro da Casa Civil
Foi o primeiro ministro a cair no governo Dilma Rousseff após denúncia do Jornal Folha de São Paulo sobre o aumento do seu patrimônio em 20 vezes em menos de 4 anos. Já havia deixado o ministério no governo Lula após envolvimento no episódio do caseiro Francenildo.
Alfredo Nascimento – Ministro dos Transportes
Deixou o cargo após denúncias sobre suposto esquema de superfaturamento em obras envolvendo servidores da pasta. Suspeitas de que o filho do ministro teria enriquecido ilicitamente em razão do cargo do pai agravaram a crise.
Nelson Jobim – Ministro da Defesa
Uma sucessão de declarações polêmicas sobre o governo e colegas de Esplanada levou à demissão do ex-ministro da Defesa Nelson Jobim. Reportagem publicada na imprensa havia creditado a ele críticas à ministra Ideli Salvatti, a quem teria chamado de “fraquinha”, e a Glesi, de quem teria dito que “nem conhece Brasília”. Antes disso, já havia declarado que votou em José Serra na eleição de 2010.
Wagner Rossi – Ministro da Agricultura
Ele argumentou que saiu do cargo a pedido da família. Seu ministério vinha sendo alvo de denúncias de irregularidades. A gota d’água foi reportagem do Estado de Minas denunciando o uso ilegal, por parte de Rossi e um dos filhos, do avião particular da Ourofino Agronegócios.
Pedro Novais – Ministro do Turismo
Pediu demissão, alvo de investigações da Polícia Federal que levaram à prisão seu número 2, Frederico Costa. Saiu depois de nove meses e uma série de escândalos. A maioria das denúncias diz respeito à nomeação de apadrinhados e uso de verba pública para fins pessoais. Novais voltou à Câmara dos Deputados, onde cumpre o sexto mandato consecutivo.
Orlando Silva – Ministro do Esporte
Sua queda foi provocada por denúncias feitas à revista Veja pelo policial militar João Dias Ferreira, que acusou o ministro de corrupção. Apesar de jurar inocência, só deixou o cargo porque foi pressionado pelo governo, seu caso ainda está sob investigação do Ministério Público.
Links:

Comentários

  1. Quem será o próximo a ser jogado na fogueira? Faça sua aposta!

    ResponderExcluir
  2. Ricardo Telles04/11/2011 13:17

    Se me chamarem pra ser ministro eu não vou!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carajás e Tapajós...Vale a pena?

SP2040 - A Cidade que Queremos