Conta de Energia Elétrica mais barata!

Em entrevista ao Jornal Diário do Grande ABC, Paulo Skaf, (Presidente do FIESP), falou sobre os estudos realizados sobre a possibilidade de redução dos custos com energia elétrica.

Os estudos apontam para os elevados custos de amortização dos investimentos do setor que, embora já pagos pelos consumidores, continuam sendo embutidos em suas contas. Os reflexos são sentidos pelos pontos domiciliares, comerciais e industriais que consomem energia elétrica. Na indústria, interfere nos custos de produção e na competitividade no mundo cada vez mais globalizado.
 
A forma de rever o modelo é promover novos leilões para que as mesmas companhias que hoje operam o setor energético, ou outras que venham a vencer as licitações, passem a cobrar preço justo pela energia fornecida ao consumidor.
 
“O Brasil produz a energia mais barata do mundo e cobra do consumidor o terceiro preço mais caro do mundo. Esse é um tema que interessa a todos. Todo mundo paga uma conta de luz, e paga caro. No entanto, poucos estão a par de que o grande custo do preço da hidroeletricidade é a amortização. Fazendo-se leilões para novas concessões, haverá uma grande redução na tarifa. É uma oportunidade de baixar o preço da conta de luz de todo mundo.

Ninguém está falando em pôr em leilão companhias, mas pegar uma determinada usina, que foi construída, que o vencimento da concessão vai terminar e a lei determina que os bens voltem para a União e seja feito um novo leilão. E que a própria empresa concessionária poderá participar e ganhar, ou uma outra, aquela que der o melhor preço e em melhores condições.

Atualmente, o preço médio da energia é de R$ 90,98 por megawatt-hora. No entanto, o custo médio de produção é de apenas R$ 6,80 por MWh, segundo a Fiesp.”


Para ver a integra da entrevista de Paulo Skaf veja o vídeo acima ou acesse o link abaixo:
 

Comentários

  1. Ricardo Telles12/09/2011 23:52

    É uma ótima idéia e trata-se de algo totalmente possível, mas precisa do apoio da sociedade que é a maior interessada.

    ResponderExcluir
  2. A amortização embutida em nossa conta de energia é hoje a grande vilã da economia popular, uma vez que esta amortização já foi paga e continuamos pagando.
    A sociedade precisa se movimentar para que este assalto aos bolsos da população pare.

    ResponderExcluir
  3. Ricardo Telles13/09/2011 10:45

    Para apoiar essa idéia assine já acessando: http://www.energiaaprecojusto.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Daniel Vargas13/09/2011 11:06

    Sim, uma boa ideia. Porém acredito ainda mais em outras formas de geração de energia como Energia Solar e principalmente Eólica. São opções com custos iniciais e de manutenção mais baratos. Com elas podemos ter uma outra opção forçando a otimização de recursos e baixa de preços pela competitividade.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal!!!
    É um assunto que normalmente passa despercebido pela sociedade, que bom que estamos sendo alertador, temos que dar importância pra isso, pois se trata do nosso dinheiro!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carajás e Tapajós...Vale a pena?

SP2040 - A Cidade que Queremos

Que tal o Voto Distrital?